Marcelo Sales

Quando mais é mais

Blog Post created by Marcelo Sales on Mar 26, 2015

hitachi_acquisition_merger_strategy.jpg

Leio muito na internet. Devido a correria do dia a dia, e as muitas idas e vindas a aeroportos, aos poucos fui deixando o jornal e a revista em papel de lado. Este é um dos principais benefícios que o mundo “always on”, como dizemos aqui na HDS, me propicia. E, para ser bem sincero, poderia usar este gancho para falar que esta é uma das demandas para que as empresas (e aeroportos, ainda que por outros motivos) invistam em data centers de alto desempenho, virtualizados e sem interrupção, mas não... meu assunto hoje é outro.

 

No último mês, anunciamos a intenção de compra de duas multinacionais importantes no cenário de TI mundial, a americana Pentaho Corporations e a francesa oXya. Ainda que possa parecer uma evolução natural do tipo de relacionamento que tínhamos com cada uma delas ao longo dos anos, por meio de parcerias OEM, estas aquisições apontam claramente o nosso foco e o nosso objetivo para o mercado, que já entendeu que a HDS vem realizando uma ampliação de seu portfólio de soluções.

 

Iniciamos esta trajetória, em agosto de 2014, com a aquisição da Sepaton, uma empresa líder em soluções de proteção de dados. Em setembro, adquirimos a Pantascene que, juntamente com Avrio, foi usada para criar o grupo de segurança pública da HDS.  De lá pra cá foram seis meses de análise até decidirmos anunciar, já no início de 2015, a intenção de compra das suas empresas citadas acima. A Pentaho é uma grande empresa de integração de dados e análise de negócios. A oXya, por sua vez, é provedora de serviços em nuvem e SAP.

 

Com estas aquisições não esperamos ser, apenas, um player mais forte no cenário global. Ao agregar essas diferentes expertises e soluções aos nosso portfólio, esperamos que nossos clientes tenham acesso a soluções integradas de altíssimo desempenho e reputação, além de uma capacidade analítica cada vez mais eficiente e simples, transformando seus dados em insights de potencial valor. Também queremos que eles sejam capazes de vislumbrar uma outra derivação de valor, não monetária, a partir destes dados (por exemplo, risco/redução de custos), garantindo segurança e alinhamento a suas políticas internas de compliance.

 

Pode soar estranho para algumas pessoas que não estão acompanhando de perto nossa evolução. Mas hoje posso afirmar que somos mais que uma empresa de infraestrutura de TI, que oferece soluções de armazenamento de dados. E este é o ponto crucial da nossa transformação como empresa e nossos objetivos de negócio a longo prazo. Estamos focados em trabalhar em sinergia com o Grupo Hitachi para podermos oferecer soluções eficientes para as cidades, bem como produtos que agreguem valor a sociedade, como veículos conectados que possibilitem melhorias na segurança e no trânsito das metrópoles ou avanços nos serviços de telecom. Como os exemplos são muitos e o assunto muito animador, voltarei ao tema, com mais detalhes em meu próximo post.

 

Comecei falando sobre leitura na internet porque, realmente, me sinto beneficiado por poder ter, entre outros veículos internacionais, o conteúdo da Forbes direto de um aplicativo, em três línguas diferentes, sempre e quando eu encontro tempo para me atualizar. Preciso confessar que não sou muito fã das frases de reflexão que, normalmente, antecedem os artigos. Por outro lado, como fã de basquete, me senti inspirado com a frase que antecedeu o primeiro artigo que abri hoje, sobre a nova solução da HDS para o mercado de Telecom. Primeiro por ser de uma pessoa a quem admirava, Coach John Wooden, um americano, considerado um dos melhores treinadores da história do NCAA, a liga dos programas esportivos das universidades americanas.  E segundo, porque se encaixa muito bem com o que estamos discutindo e concretizando aqui na HDS,. E portanto, ainda que possa parecer piegas, não conseguirei terminar o texto sem incluí-la aqui: "Sucesso nunca é definitivo e o fracasso nunca é fatal. É a coragem que conta". 

 

Claro que a nossa coragem está respaldada por muito planejamento e análise que, em última instância, nos levam a insights importantes sobre o mercado. E é exatamente isso que nossas últimas aquisições conferem: mais poder de insights, para nós e para nossos parceiros e clientes.

 

Em tempo, a HDS espera fechar a transação da Pentaho até junho, enquanto que a aquisição Oxya está prevista para ser concluída até o final de março.

 

Até a próxima!

Outcomes